FAO pede que G20 promova manejo sustentável do solo | Land Portal
Em Buenos Aires para a reunião de ministros da Agricultura do G20, o representante Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), Julio Berdegué, elogiou a decisão do fórum de definir o manejo da terra como um dos temas centrais do encontro. Especialista alertou durante a conferência que um terço de todo o solo do mundo está degradado. Dirigente também cobrou mais engajamento dos países na promoção global de práticas agrícolas sustentáveis.


 


“A degradação do solo não afeta apenas a produção de alimentos saudáveis e nutritivos. Também aumenta a volatilidade do preço dos alimentos e obriga as pessoas a abandonar a terra e (a recorrer) à migração de emergência”, afirmou Berdegué, que representa a agência da ONU na América Latina e no Caribe.


 


O especialista encorajou as nações do G20 a “desempenhar um papel mais importante” na Aliança Mundial de Solos. Por meio dessa plataforma, a FAO trabalha com governos e outros parceiros para desenvolver habilidades técnicas e trocar conhecimentos sobre a saúde do solo.


 


Berdegué lembrou aos participantes da reunião que o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) nº 2 determina não apenas a erradicação da fome, mas também a eliminação de todas as formas de má nutrição, incluindo o sobrepeso e a obesidade. Atualmente, quase 2 bilhões de pessoas no mundo estão acima do peso. O número inclui aproximadamente 700 milhões de pessoas obesas.


 


“Para acabar com todas as formas de desnutrição, precisamos transformar nossos sistemas alimentares para oferecer alimentos saudáveis, nutritivos e acessíveis para todos, ao mesmo tempo que preservamos os recursos naturais e a biodiversidade. Esta transformação inclui o manejo sustentável dos solos. Os solos são um recurso estratégico para a agricultura sustentável e a produção de alimentos saudáveis ”, enfatizou o representante.


 


A pedido da Presidência do G20, atualmente a cargo da Argentina, a FAO e a Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) produziram o relatório Segurança alimentar e nutricional: Desafios para a agricultura e o potencial escondido do solo. O documento discute iniciativas internacionais e nacionais, incluindo práticas sobre o carbono orgânico do solo, saúde e fertilidade da terra e a mitigação e gestão de territórios contaminados.


 


Berdegué também pediu mais apoio dos 20 países mais poderosos do mundo para o trabalho que a FAO realiza com a Organização Mundial da Saúde (OMS) — o Codex Alimentarius. O projeto elabora e cataloga normas científicas globalmente reconhecidas, definidas para proteger a saúde dos consumidores de alimentos comercializados entre as nações.

Copyright © Source (mentionné ci-dessus). Tous droits réservés. Le Land Portal distribue des contenus sans la permission du propriétaire du copyright sur la base de la doctrine "usage loyal" du droit d'auteur, ce qui signifie que nous affichons des articles de presse pour des fins d'information non commerciales. Si vous êtes le propriétaire de l'article ou d'un rapport et que vous souhaitez qu'il soit retiré, s'il vous plaît nous contacter à hello@landportal.info et nous le supprimerons immédiatement.

Divers articles de presse liés à la gouvernance foncière sont publiés sur le Land Portal chaque jour par ses utilisateurs, à partir de diverses sources, telles que les agences de presse et d'autres institutions et individus, ce qui représente une diversité de positions sur tous les sujets. Le droit est à la source de l'article; la Land Portal Foundation n'a pas le droit de modifier ou de corriger l'article, ni d'endosser son contenu. Pour apporter des corrections ou demander la permission de republier ou toute autre utilisation de ce contenu, merci de contacter le titulaire du droit d'auteur.

Partagez cette page