5º Colóquio Internacional da Faculdade Internacional de Ciências Territoriais | Land Portal
Na dinâmica dos simpósios do CIST, este 5º simpósio internacional coloca o conceito de população no centro dos debates nas ciências territoriais. Central na demografia e na biologia, mas marginal para outras disciplinas, o conceito de população implica um agrupamento de entidades individuais. Dependendo da abordagem, social, territorial, orgânica, etc. constituirá o critério privilegiado de agregação, de acordo com escalas de tempo variáveis ​​e escalas de observação. Articular população, tempo, território em uma perspectiva transdisciplinar e internacional é o desafio desta conferência; Além do avanço teórico e metodológico, a diversidade das sessões temáticas oferecidas mostra que este tríptico está no centro das questões contemporâneas. O novo campus de Condorcet é um local privilegiado para conhecê-los.
 
As propostas de comunicação devem ser registradas em uma das 21 sessões abaixo:
 
- Sessão A - A hora da ilha. Territórios insulares sob a lente de múltiplas temporalidades
- Sessão B - As margens criativas da globalização: espaços, processos, circulação
- Sessão C - Desigualdades em saúde. Compreendendo as lógicas espaciais e temporais das mudanças na saúde
- Sessão D - Reformas territoriais entre resiliência e inovação. Que temporalidade para quais populações?
- Sessão E - Trajetórias de indivíduos e trajetórias de territórios. Abordagens longitudinais e interações
- Sessão F - Os tempos “longos” dos territórios. Evolução diacrônica da organização de territórios e assentamentos
- Sessão G - Pequenas, médias cidades, serviços e territórios. Uma perspectiva internacional sobre o decrescimento
- Sessão H - Os novos sistemas de regionalização. O laboratório latino-americano
- Sessão I - Deserto urbano. Territórios de inovação ou tempos de conflito?
- Sessão J - Políticas territoriais e temporalidades individuais e familiares. Pela cooperação entre etnógrafos, economistas, historiadores e geógrafos
- Sessão K - A territorialização da saúde em questão. Etapas, atores, recomposições
- Sessão L - Transições demográficas e territórios. Perspectivas históricas e contemporâneas
- Sessão M - Vivendo situações intermediárias. Campos de experiência e horizontes de expectativa em espaços medianos
- Sessão N - Geografia do tempo: um modo de pensar de 50 anos para a população, tempos e territórios
- Sessão O - Conectando necessidades de cuidados, espaço e lugares. O papel das tecnologias em saúde
- Sessão P - Circulação de plantas, pessoas e âncoras territoriais
- Sessão Q - 2020: ritmos da vida, ritmos da cidade. Que perspectivas para as políticas de tempo?
- Sessão R - Entre espaços, tempo e tradições culturais. (re) pensar nos territórios nômades da pré-história
- Sessão S - Dados da Web para análise longitudinal de populações e territórios
- Sessão T - Desigualdades em saúde em relação às temporalidades: das trajetórias de cuidado às trajetórias de vida
- Sessão U - Informação local através das lentes do tempo real
 
Apresentações de trabalhos
 
As propostas de comunicação devem ser enviadas em arquivo word através da página do evento. Eles devem ser escritos em francês, inglês ou espanhol (a apresentação será em francês, inglês ou espanhol, a mídia deve estar em um dos outros dois idiomas) e estar em conformidade com o modelo disponível. O tamanho do texto central deve ter entre 10.000 e 15.000 caracteres. As propostas serão examinadas pelo comitê científico do simpósio e pelos co-patrocinadores da sessão.
 
Para maiores informações clique aqui. 

Compartilhe esta página