Palavras alagadas e o direito à fala e à escuta: uma reflexão sobre os impactos da Usina Hidrelétrica de Itaipu, o acesso à justiça e o racismo contra os Avá-Guarani no Oeste do Paraná | Land Portal | Protegendo os direitos da terra através de dados abertos
[O direito à escuta e à fala]
 
Na quarta-feira, 22 de janeiro, a partir das 14h30, André Hl Dallagnol, advogado popular e estudante da 4a turma do MESPT, realiza a defesa pública de seu trabalho de conclusão de curso, intitulado “Palavras alagadas e o direito à fala e à escuta: uma reflexão sobre os impactos da Usina Hidrelétrica de Itaipu, o acesso à justiça e o racismo contra os Avá-Guarani no Oeste do Paraná”.
 
A banca examinadora será presidida por Henyo Trindade Barretto Filho (orientador) e contará com a participação do Guilherme Scotti (examinador externo), Cristiane de Assis Portela (examinadora interna) e Stéphanie Nasuti (suplente).
 
A defesa será realizada na Sala Multiusos A, térreo do Instituto de Ciências Sociais (ICS), campus Darcy Ribeiro, Universidade de Brasília (UnB).

Compartilhe esta página