II Encontro Latino-Americano de Movimentos Socioespaciais e Socioterritoriais | Land Portal
anal porno swinger porno milf porno sex grup porno zenci porno brazzers olgun porno brazzers

O Encontro Latino-Americano de Movimentos Socioespaciais e Socioterritoriais (ELAMSS) surge de um processo de diálogo em construção realizado por pesquisadores e ativistas sociais de diferentes países que fornecem elementos para uma leitura geográfica dos Movimentos Sociais que se amplia nos conceitos de Movimentos Socioespaciais e Socioterritoriais , para estudar as realidades contemporâneas face às várias transformações. As lutas de movimentos por espaços e territórios devem ser lidas a partir de uma perspectiva crítica e da multidimensionalidade do espaço, superando as leituras de movimentos do espaço absoluto, que o reduz a área ou superfície. Na nossa América Latina, os movimentos em luta têm uma perspectiva multidimensional do espaço, da terra à água, do corpo às ideias, da semente aos alimentos, do trabalho à cultura, da organização às políticas públicas, estes os movimentos criam espaços e territórios apropriados, produzindo territorialidades. O ELAMSS é um espaço de diálogo interdisciplinar diante dos intensos processos de exclusão social e desterritorialização causados ​​pelas políticas neoliberais, pensando nos espaços e territórios como forma de compreender melhor os conflitos, os processos de solidariedade e de transformação.

 

O II Encontro Latino-americano de Movimentos Socioespaciais e Socioterritoriais nos encontra em um cenário pandêmico inusitado. Essa situação transmuta o evento, tanto em suas características formais quanto no tratamento das questões a serem abordadas.

 

O contexto de pandemia e as medidas de isolamento / distanciamento social implementadas em vários países, dão um diferencial a este II ELAMSS, que transforma as disputas territoriais no campo e na cidade, a crescente estrangeirização da terra, a privatização do espaço urbano, racismo, homofobia, questões de gênero, políticas repressivas dos processos de apropriação popular de territórios, políticas públicas realizadas por lideranças de movimentos em diferentes instâncias governamentais, descontinuidade e destruição de políticas públicas, práticas, significados, identidades e instituições construídas em, a partir e por movimentos em vários espaços e territórios.

 

Este conjunto de problemas abre grandes desafios analíticos a partir dos quais se iniciam debates e trocas que colaborem na sistematização de experiências e percursos, na configuração de estratégias teórico-metodológicas de análise e compreensão, bem como na identificação de linhas de intervenção e açao.

 

Datas do evento: 9, 10, 12 15 17 e 19 de março de 2021

Local: Ensenada, Buenos Aires - Argentina (Virtual)

Modalidade de participação e prazos: Inscrição gratuita como assistente, clicando aqui!

Compartilhe esta página