Angola | Land Portal | Protegendo os direitos da terra através de dados abertos

Land tenure in Angola has been strongly affected by 27 years of civil war that disrupted customary rights and land allocation while forcing rural communities from their land. As a consequence, agricultural production strongly declined, the country became dependent on imports and humanitarian aid to feed its population and more than half of the population (57%) moved from rural to urban areas, concentrated in informal settlements without adequate services.

Learn more about successes and challenges and find more detailed land governance data in Angola.

Comparar países

Loading chart...

Total population is based on the de facto definition of population, which counts all residents regardless of legal status or citizenship--except for refugees not permanently settled in the country

Measurement unit: 
Number

Últimas notícias

Camile Cortez
15 Outubro 2019
Africa
Angola
Amnistia Internacional pede ao Governo de Luanda para investigar a retirada de terrenos às comunidades ameaçadas pela fome. Segundo a ONG, agropecuárias ocuparam dois terços das melhores pastagens desde o fim da guerra.
 
DW/N. Sul D'Angola
10 Outubro 2019
Africa
Angola
Mais de 500 agricultores exigem a devolução das terras do bairro Lar do Patriota, em Luanda. E para se fazerem ouvir, têm estado acampados, diariamente, na zona. As vítimas, maioritariamente mulheres, falam de detenções, por parte da polícia, e abusos sexuais.
 
Fonte: Tv Livre Angola
4 Outubro 2019
Africa
Angola
Um incêndio de grandes proporções, causado por fogo posto, provocou a destruição de quatro hectares de terra, na localidade da Pedra Escrita, município do Libolo, província do Cuanza Sul, informou o corpo de bombeiros.
 

Blogs

Debates

Eventos

Biblioteca

Organizações

A Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) é o foro multilateral privilegiado para o aprofundamento da amizade mútua e da cooperação entre os seus membros. Criada em 17 de Julho de 1996, a CPLP goza de personalidade jurídica e é dotada de autonomia financeira. A Organização tem como objectivos gerais: 
 
A concertação político-diplomática entre seus estados membros, nomeadamente para o reforço da sua presença no cenário internacional;

O IMVF – Instituto Marquês de Valle Flôr é uma Organização Não Governamental para o Desenvolvimento (ONGD) que acredita no esforço conjunto dos milhões de pessoas que em todo o Mundo procuram promover o desenvolvimento junto das populações mais carenciadas.



Centramos a nossa intervenção nos países de língua portuguesa e assumimos como missão a promoção do desenvolvimento socioeconómico e cultural.



Apresentação.

A Plataforma de Camponeses da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (PC-CPLP) é um espaço de articulação entre as organizações representativas da agricultura familiar e dos pequenos agricultores dos países de língua portuguesa (Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal e São Tomé e Príncipe) que pretende influenciar a agenda política relacionada com a Agricultura Familiar, Soberania Alimentar e Direito Humano à Alimentação Adequada nos níveis nacional, regional (CPLP) e global. 

No âmbito do Projecto Apoio ao Desenvolvimento do Sistema Judiciário PIR PALOP financiado pelo FED e pelo IPAD, estão a ser criadas Bases de Dados de toda a Legislação e Jurisprudência publicada desde a independência até à actualidade em todos os PALOP, num processo que envolve igualmente capacitação institucional.

The project “Strengthened capacity for improved governance of land tenure and natural resources by local government in partnership with Non State Actors in the Central Highlands of Angola” is an initiative funded by the European Union, and implemented by the NGOs World Vision Angola, and Development Workshop, under the leadership of the Ministério da Administração do Território (MAT), and Provincial and Municipal Governments.

Southern African Development Community logo

The Southern African Development Community (SADC) was established as a development coordinating conference (SADCC) in 1980 and transformed into a development community in 1992. It is an inter-governmental organisation whose goal is to promote sustainable and equitable economic growth and socio-economic development through efficient productive systems, deeper co-operation and integration, good governance and durable peace and security among fifteen Southern African Member States.

world vision angola logo

Active in Angola since 1989, World Vision Angola is currently undergoing an emergency response to alleviate the deepening food security crisis and save the lives of malnourished children under 5 in South West Angola. 

 

Compartilhe esta página