Latest News

A decisão foi tomada numa reunião da administração do banco realizada na segunda-feira, em Abidjan, na Costa do Marfim NUNO VEIGA/LUSA
25 Janeiro 2017
Guiné-Bissau

O Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) vai atribuir 5,2 milhões de euros ao governo da Guiné-Bissau para desenvolver um projeto de produção de arroz ao longo de quatro anos.

O Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) vai atribuir 5,2 milhões de euros ao governo da Guiné-Bissau para desenvolver um projeto de produção de arroz ao longo de quatro anos, anunciou esta quarta-feira a organização em comunicado.

Foto: Djuldé Djaló
26 Janeiro 2017
Guiné-Bissau

O projeto UE-ACTIVA (Ações Comunitárias Territoriais Integradas de Valorização Agrícola) vai disponibilizar mais de 750 mil euros para financiar projetos de desenvolvimento agrícola nas regiões de Bafatá, Quínara e Tombali, visando a implementação dos planos regionais de desenvolvimento agrícola (PRDA) nas respetivas regiões.

19 Setembro 2017
Guiné-Bissau

Autor: Sapo24

Fonte:http://24.sapo.pt/noticias/internacional/artigo/pr-da-guine-bissau-diz-q...

 

O Presidente da Guiné-Bissau, José Mário Vaz, considerou que, com o potencial agrícola, nem será preciso tocar nos recursos naturais do país que poderá ser "uma grande nação", se todos colocarem a "mão na lama".

Blogs

Discussions

Events

Library

Organizations

A Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) é o foro multilateral privilegiado para o aprofundamento da amizade mútua e da cooperação entre os seus membros. Criada em 17 de Julho de 1996, a CPLP goza de personalidade jurídica e é dotada de autonomia financeira. A Organização tem como objectivos gerais: 
 
A concertação político-diplomática entre seus estados membros, nomeadamente para o reforço da sua presença no cenário internacional;

O IMVF – Instituto Marquês de Valle Flôr é uma Organização Não Governamental para o Desenvolvimento (ONGD) que acredita no esforço conjunto dos milhões de pessoas que em todo o Mundo procuram promover o desenvolvimento junto das populações mais carenciadas.



Centramos a nossa intervenção nos países de língua portuguesa e assumimos como missão a promoção do desenvolvimento socioeconómico e cultural.



Civil Society Organization

Apresentação.

A Plataforma de Camponeses da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (PC-CPLP) é um espaço de articulação entre as organizações representativas da agricultura familiar e dos pequenos agricultores dos países de língua portuguesa (Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal e São Tomé e Príncipe) que pretende influenciar a agenda política relacionada com a Agricultura Familiar, Soberania Alimentar e Direito Humano à Alimentação Adequada nos níveis nacional, regional (CPLP) e global. 

No âmbito do Projecto Apoio ao Desenvolvimento do Sistema Judiciário PIR PALOP financiado pelo FED e pelo IPAD, estão a ser criadas Bases de Dados de toda a Legislação e Jurisprudência publicada desde a independência até à actualidade em todos os PALOP, num processo que envolve igualmente capacitação institucional.

Share this page