Chefe do governo cabo-verdiano na COP-26 para reafirmar os acordos de Paris | Land Portal

O Primeiro-Ministro de Cabo Verde, Ulisses Correia e Silva, discursa na próxima terça-feira, na 26.ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP-26), que acontece em Glasgow, Escócia. Em declarações à imprensa, o chefe do governo adiantou que vai reafirmar na Cimeira dos Líderes Mundiais a posição de Cabo Verde sobre os acordos de Paris e da Convenção Quadro das Nações Unidas sobre as mudanças climáticas.

A posição de Cabo Verde é coincidente com a posição do grupo africano e dos pequenos Estados insulares em desenvolvimento; a neutralidade carbónica para evitar que haja aumento da temperatura média anual que não ultrapasse 1,5 graus centígrados até o final do século; depois um forte engajamento com adaptação as alterações climáticas e o financiamento climático”, disse Ulisses Correia e Silva acrescentando que para além da defesa da posição do país, ele vai “apresentar os avanços de Cabo Verde na penetração das energias renováveis, na mobilidade eléctrica que é a grande prioridade do país, bem com a estratégia de água associada às energias renováveis para a agricultura”.

A ambição de Cabo Verde é alcançar a neutralidade carbónica até 2050. Os principais objectivos de implementação centram-se no aumento da produção de electricidade a partir de fontes de energias renováveis, na melhoria da eficiência energética em todos os sectores, na mudança do transporte de combustíveis fósseis para o transporte electrificado e mobilidade activa individual, na melhoria da reabilitação dos recursos naturais e em medidas de neutralidade da terra.

De acordo com o governo, até 2030, Cabo Verde pretende estabelecer funções de resiliência e métricas fundamentais, nomeadamente concernentes ao baixo teor de carbono, acesso à água sensível ao género e catástrofes, energia e serviços públicos essenciais e infra-estruturas e equipamentos resilientes.

Copyright © da fonte (mencionado acima). Todos os direitos reservados. O Land Portal distribui materiais sem a permissão do proprietário dos direitos autorais com base na doutrina de “uso justo” dos direitos autorais, o que significa que publicamos artigos de notícias para fins informativos e não comerciais. Se você é o proprietário do artigo ou relatório e gostaria que ele fosse removido, entre em contato conosco pelo endereço hello@landportal.info e removeremos a publicação imediatamente.

Várias notícias relacionadas à governança da terra são publicadas no Land Portal todos os dias pelos nossos usuários, partindo de várias fontes, como organizações de notícias e outras instituições e indivíduos, representando uma diversidade de posições sobre cada tópico. Os direitos autorais estão na origem do artigo; a fundação não tem o direito legal de editar ou corrigir o artigo, nem endossar o seu conteúdo. Para fazer correções ou solicitar permissão para republicar ou outro uso autorizado deste material, entre em contato com o detentor dos direitos autorais.

Compartilhe esta página