Land Portal | Protegendo os direitos da terra através de dados abertos
Foto: Beto Ricardo/ISA
27 Setembro 2022
América do Sul
Brasil
Colômbia

Uma das ameaças que cresceu nos últimos anos é o garimpo ilegal. Com o desmonte dos órgãos de fiscalização e controle o Rio Negro e alguns de seus afluentes vêm sendo cada vez mais invadidos

Imagens: Thomas Bauer - CNDH
26 Setembro 2022
América do Sul
Brasil

Agricultores, pescadores, indígenas, quilombolas e camponeses posseiros deram testemunhos sobre as violências, ameaças e humilhações enfrentadas na luta por suas terras e territórios

Unicef/Lamek Orina
8 Setembro 2022
África
África subsariana
Global

Preços elevados limitam acesso a alimentos e expõem mais de 58 milhões de pessoas a insegurança alimentar aguda

 700+ indicadores

Dados estatísticos agregados por provedores confiáveis

 66.000+ recursos

Biblioteca de publicações de acesso aberto

Junte-se a nós

Para contribuir com conteúdo e assinar ao nosso boletim de notícias!

Páginas de parceiros

Quantifying Tenure Risk (QTR)
Land: Enhancing Governance for Economic Development (LEGEND)

LandVoc logo

      

Um vocabulário controlado e uma ferramenta poderosa para tornar os dados e informações mais detectáveis.

GeoPortal logo

Uma ferramenta fácil de usar para reunir e visualizar dados estatísticos e geoespaciais relacionados a questões sobre terras.

Países

Com 1 267 000 km², o Níger é o maior país da África Ocidental. No entanto, cerca de dois terços de seu território estão no deserto do Saara, e a agricultura só é possível em uma faixa correspondente ao terço sul do país. A desertificação é um grande problema no Níger, aumentando a pressão sobre a terra. A degradação dos recursos naturais enfraquece o sistema pastoril e torna a agricultura difícil. Diante destes desafios, o Estado e os cidadãos e cidadãs do Níger estão tentando reflorestar o país através do restauro e da regeneração natural assistida. Em 2013, o país também começou a rever sua regulamentação fundiária.

Temas

Photo by UNICEF Ethiopia. CC BY-NC-ND 2.0

Um terço dos solos do mundo - incluindo terras agrícolas, florestas, serras e solos urbanos - já estão degradados e estima-se que este número possa aumentar para quase 90% até 2050. Geralmente, a erosão do solo é entendida como a remoção acelerada da camada superficial da terra através da água, vento ou cultivo, resultando na sua degradação. Além disso, a degradação do solo também inclui mudanças deteriorantes nas propriedades biofísicas e químicas do solo, da água e da biodiversidade. A degradação da terra ocorre naturalmente, mas as pesquisas mostram que a degradação da terra é cada vez mais causada direta ou indiretamente por atividades humanas insustentáveis, notadamente desmatamento, sobrepastoreio, mineração ou agricultura intensiva . Isto tem impulsionado a perda da biodiversidade, a desertificação e levado a um aumento significativo das emissões de gases de efeito estufa . 

Land and SDGs

The SDG Land Tracker provides easy access to official data and information on all land-specific SDG indicators. It concisely explains the indicators, why they are important, and tracks progress.

Participe do Debates

Eventos

Dados

Biblioteca

Compartilhe esta página