África do Sul registra morte do produtor Stefan Smit por questões agrárias | Land Portal | Protegendo os direitos da terra através de dados abertos
Author(s): 
ADEGA
Language of the news reported: 
Português
Stefan Smit, de 62 anos, proprietário da Louiesenhof Wines, na África do Sul, foi baleado e morto na frente de sua esposa por quatro suspeitos armados em junho, devido a uma disputa de terras. De acordo com jornais, Smit, sua esposa Zurena e um amigo da família estavam jantando às 19h, quando quatro homens usando balaclavas entraram pela porta destrancada e atiraram.
 
A Stellenbosch Agricultural Society e a Stellenbosch Wine Routes divulgaram uma declaração conjunta à imprensa condenando o assassinato. “Stellenbosch Agricultural Society e Stellenbosch Wine Routes condenam veementemente este ato, que deixou a comunidade agrícola com raiva e perturbada, especialmente considerando as mortes contínuas de agricultores e trabalhadores agrícolas em Cape Winelands, mas também no país em geral”. A Transvaal Agricultural Union, organização que representa os interesses dos agricultores, registrou 84 assassinatos em 2017. Outras 15 pessoas foram mortas em fazendas nos primeiros três meses de 2018.

 

De acordo com informações, Smit se envolveu em uma disputa de terras em 2018, quando moradores de uma cidade vizinha ergueram barracos em suas terras e se recusaram a sair. Smit havia pedido uma liminar para removê-los.
 
A situação tem sido agravada por um debate político em andamento sobre uma emenda da constituição da África do Sul para permitir que as terras sejam tomadas dos agricultores sem se ter que compensá-los. “A Stellenbosch Agricultural Society e a Stellenbosch Wine Routes responsabilizam o governo e pedem a eles que atuem com extrema urgência para garantir a segurança de todos os agricultores, trabalhadores rurais e suas famílias”, disse o comunicado.

 

 

Compartilhe esta página

Copyright © da fonte (mencionado acima). Todos os direitos reservados. O Land Portal distribui materiais sem a permissão do proprietário dos direitos autorais com base na doutrina de “uso justo” dos direitos autorais, o que significa que publicamos artigos de notícias para fins informativos e não comerciais. Se você é o proprietário do artigo ou relatório e gostaria que ele fosse removido, entre em contato conosco pelo endereço hello@landportal.info e removeremos a publicação imediatamente.

Várias notícias relacionadas à governança da terra são publicadas no Land Portal todos os dias pelos nossos usuários, partindo de várias fontes, como organizações de notícias e outras instituições e indivíduos, representando uma diversidade de posições sobre cada tópico. Os direitos autorais estão na origem do artigo; a fundação não tem o direito legal de editar ou corrigir o artigo, nem endossar o seu conteúdo. Para fazer correções ou solicitar permissão para republicar ou outro uso autorizado deste material, entre em contato com o detentor dos direitos autorais.