Reforma agrária | Land Portal | Protegendo os direitos da terra através de dados abertos

Agrarian, or land, reform is confined to the redistribution of land; in a broader sense it includes related changes in agricultural institutions, including credit, taxation, rents, and cooperatives.

Últimas notícias

 Keith Schneider
10 Setembro 2019
África
África do Sul
Stefan Smit, de 62 anos, proprietário da Louiesenhof Wines, na África do Sul, foi baleado e morto na frente de sua esposa por quatro suspeitos armados em junho, devido a uma disputa de terras. De acordo com jornais, Smit, sua esposa Zurena e um amigo da família estavam jantando às 19h, quando quatro homens usando balaclavas entraram pela porta destrancada e atiraram.
 
Foto: Siphiwe Sibeko / Reuters
12 Agosto 2019
África
África do Sul
Um comité consultivo de peritos sul-africanos apoiou uma redistribuição de terras sem a obrigatoriedade de indemnização aos proprietários expropriados, mas com algumas condições, noticiou no fim de semana o jornal francês “Le Monde Afrique”.
 
P. Musvanhiri
25 Junho 2019
África
Zimbabwe

A reforma agrária é um tema de discussão perene no Zimbabué. Em 2000, o então Presidente Robert Mugabe começou a expropriar agricultores brancos, e o setor agrário sofreu um grave revés. Dezanove anos mais tarde, os problemas continuam. Recentemente, uma fazenda de café, orquídeas e abacate, administrada com sucesso, foi parcialmente ocupada.

Blogues

Debates

Eventos

Biblioteca

Organizações

Africa Research Institute is an independent not-for-profit think-tank that was founded in February 2007. It is the only think-tank in the UK to focus exclusively on political, economic and social issues in sub-Saharan Africa. ARI strives to inform domestic and international policy making through publishing research and hosting interactive events. ARI’s mission is to draw attention to ideas or policies that have worked in Africa by highlighting and analysing best-practices in government, the economy and civil society.

The Sam Moyo African Institute for Agrarian Studies was established as an independent Trust in 2002 to fulfil a need that had been observed through research, for a policy institute focused on addressing Africa's land and agrarian questions. The AIAS interacts with various organisations and countries to assist them in developing capacity for policy formulation and research. It also facilitates policy dialogue among governments, academics, civil society and others on land and agrarian development, especially the land rights of marginalised social groups.

 

A Confederação Nacional da Agricultura – CNA, foi criada no “Encontro das Organizações da Lavoura e dos Agricultores do Minho, Douro, Trás-os-Montes, Beiras e Delegações de outras Províncias”, realizado a 26 de Fevereiro de 1978, em Coimbra. 

Tem base programática, história, na “Carta da Lavoura Portuguesa”, aí aprovada. De então para cá, é toda uma vida, feita todos os dias, “Sempre com os Agricultores”, como é o seu lema mais afectivo. 

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade é uma autarquia em regime especial. Criado dia 28 de agosto de 2007, pela Lei 11.516, o ICMBio é vinculado ao Ministério do Meio Ambiente e integra o Sistema Nacional do Meio Ambiente (Sisnama).

Cabe ao Instituto executar as ações do Sistema Nacional de Unidades de Conservação, podendo propor, implantar, gerir, proteger, fiscalizar e monitorar as UCs instituídas pela União.

O IESE é uma organização moçambicana independente e sem fins lucrativos, que realiza e promove investigação científica interdisciplinar sobre problemáticas do desenvolvimento social e económico em Moçambique e na África Austral.

Tematicamente, a actividade científica do IESE contribui para a análise da política pública e social e da governação, com enfoque nas problemáticas de pobreza, política e planeamento público, cidadania, participação política, governação e contexto internacional do desenvolvimento em Moçambique.

O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária, Incra, é uma autarquia federal cuja missão prioritária é executar a reforma agrária e realizar o ordenamento fundiário nacional.

Criado pelo Decreto nº 1.110, de 9 de julho de 1970, atualmente o Incra está implantado em todo o território nacional por meio de 30 superintendências regionais.

Missão do Incra:
Implementar a política de reforma agrária e realizar o ordenamento fundiário nacional, 
contribuindo para o desenvolvimento rural sustentável.

Instituto Nacional de Reforma Agraria Bolivia logo

QUIENES SOMOS

El Instituto Nacional de Reforma Agraria INRA es una entidad pública descentralizada del Ministerio de Desarrollo Rural y Tierras, con jurisdicción nacional, personalidad jurídica y patrimonio propio. Es el órgano técnico - ejecutivo encargado de dirigir, coordinar y ejecutar las políticas establecidas por el Servicio Nacional de Reforma Agraria (Art. 17 de la Ley No 1715).

Es el organismo responsable de planificar, ejecutar y consolidar el proceso de reforma agraria en el país.

LA MISIÓN DEL INRA

IJSSS

International Journal of Social Science Studies journal encourages and publishes research and studies in the field of Anthropology, Archaeology, Area Studies, Communication Studies, Criminology & Criminal Justice, Cultural and Ethnic Studies, Economics, Education, Geography, History, Law, Linguistics, Management, Philosophy,Political Science, Psychology, Sociology.

This journal provides immediate open access to its content on the principle that making research freely available to the public supports a greater global exchange of knowledge.

Journal of Agrarian Change logo

The Journal of Agrarian Change is a peer-reviewed academic journal established in 2001 covering agrarian political economy. The journal publishes historical and contemporary studies of the social relations and dynamics of production, power relations in agrarian formations and ownership structures and their processes of change.

LRAN is the Land Research Action Network (LRAN), or Red de Investigación-Acción sobre la Tierra, which brings together activist researchers working on land and resource access issues, to network them with one another and with grassroots movements struggling for land and other productive resources. It’s members are committed, activist researchers, their organizations, and social movements fighting for access to land, for true agrarian reform, and for access to other productive resources.

Compartilhe esta página