FAO: governos têm papel crucial em conter desmatamento e produzir alimentos | Land Portal

UN News/Laura Quiñones. FAO está chamando a atenção de governos de todo o mundo para a responsabilidade que têm em acabar com o desmatamento

Relatório da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura, divulgado em Roma, lembra que com aumento de população global até 2050, mundo terá que elevar produção de alimentos pela metade.

A agência da ONU especializada em alimentação e agricultura, FAO, está chamando a atenção de governos de todo o mundo para a responsabilidade que têm em acabar com o desmatamento.

Especialistas afirmam que a medida ajudará a restaurar áreas degradadas e preparar os sistemas de produção alimentar para uma subida de 50% na quantidade de comida, a mais que em 2012, e atender ao aumento da população global até 2050.

Perda da biodiversidade

Os dados foram apresentados no relatório “Acabando com o Desmatamento das Cadeias de Valor Agrícolas: o Papel dos Governos” no Fórum Transformando Sistemas de Agroalimentos com as Florestas, em Roma.

Esta semana, ocorre em Roma a 26a. Reunião do Comitê de Florestas da FAO assim como  a Semana Mundial de Florestas.

A agência da ONU lembra que a expansão agrícola já atinge quase 90% de desmatamento e as florestas têm que ser protegidas e gerenciadas, de forma sustentável, para ajudar a combater a mudança climática e a perda da biodiversidade.

O relatório mostra como o atual desafio pode ser traduzido numa oportunidade para transformar o sistema global de produção de alimentos ressaltando o papel central de governos nessa mudança.

O objetivo é eliminar o desmatamento até 2030 numa parceria de governos, da comunidade internacional e do setor privado para desacoplar o desmatamento da produção agrícola. Alguns exemplos são a produção de carne, soja, óleo de palmito, café, cacau, borracha e outros cultivos.

 


Pequenos produtores concentram 35% dos alimentos no mundo

A FAO recomenda que os governos criem condições para os agricultores de minimizar o impacto sobre as florestas e a biodiversidade.

O estudo também lembra que os pequenos produtores são responsáveis por 35% do alimento em todo o mundo, mas que quase sempre vivem na pobreza sem poder arcar com os custos ou interrupções sobre a forma como trabalham.
A Avaliação dos Recursos Globais da Floresta 2022 aponta uma perda de 420 milhões de hectares de floresta por causa do desmatamento desde 1990, e o desflorestamento segue apesar de uma redução de 12 milhões de hectares por ano entre 2010-2015 para 10 milhões de hectares entre 2015-2020.

Erosão do solo, prevenção de incêndios em terras secas

Os rebanhos de pastagem são muitas vezes considerados ameaças às florestas por causa dos danos à vegetação e da erosão do solo. Mas quando integrados, adequadamente, esses rebanhos podem ajudar a conter a desertificação.

Segundo o estudo “Pastando com Árvores”, explorado corretamente, o pasto de gado pode desempenhar um papel fundamental na restauração de terras degradadas com árvores, parando a desertificação e melhorando a prevenção de incêndios em terras secas.

Cerca de 25% da população global vivem em áreas secas que contêm metade do rebanho mundial e 27% das florestas do globo. É ali que quase 60% da produção mundial de alimento ocorre.

Para a FAO, quando rebanhos e árvores são bem gerenciados, tem lugar um sistema integrado agroflorestal que pode alavancar os ecossistemas e aumentar a segurança alimentar.

 

 

Copyright © Source (mentionné ci-dessus). Tous droits réservés. Le Land Portal distribue des contenus sans la permission du propriétaire du copyright sur la base de la doctrine "usage loyal" du droit d'auteur, ce qui signifie que nous affichons des articles de presse pour des fins d'information non commerciales. Si vous êtes le propriétaire de l'article ou d'un rapport et que vous souhaitez qu'il soit retiré, s'il vous plaît nous contacter à hello@landportal.info et nous le supprimerons immédiatement.

Divers articles de presse liés à la gouvernance foncière sont publiés sur le Land Portal chaque jour par ses utilisateurs, à partir de diverses sources, telles que les agences de presse et d'autres institutions et individus, ce qui représente une diversité de positions sur tous les sujets. Le droit est à la source de l'article; la Land Portal Foundation n'a pas le droit de modifier ou de corriger l'article, ni d'endosser son contenu. Pour apporter des corrections ou demander la permission de republier ou toute autre utilisation de ce contenu, merci de contacter le titulaire du droit d'auteur.

Partagez cette page