Brasil e Moçambique discursam em dia de encerramento da Unea-6 | Land Portal

Foto: Ministry of Environment, Ecuador/Norad/Flickr (CC BY-NC-ND 2.0)

Anúncio das decisões da conferência marca fim do evento que também abordará jovens, multilateralismo e inteligência artificial; brasileira que lidera Programa de Mares Regionais do Pnuma fala da celebração de meio século de ganhos ambientais.

Os debates de alto nível da 6ª Assembleia das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente, Unea-6, encerram nesta sexta-feira. A organização promove uma sessão que divulgará as decisões finais da conferência.

Brasil e Moçambique discursam durante o dia que deve destacar ainda o papel dos jovens na discussão de soluções, e como o multilateralismo ambiental envolve o grupo na construção de sistemas alimentares resilientes na África.

Parlamento ambiental 

Temas como uso de inteligência artificial e técnicas de engenharia solar e seus efeitos também juntarão uma parte dos 6 mil representantes presentes no também conhecido como “parlamento ambiental global”, em Nairóbi. 

Na quinta-feira, a capital queniana celebrou ganhos alcançados no campo ambiental durante o evento Programa de Mares Regionais do Pnuma aos 50 anos – Uma Governança Pioneira dos Oceanos em Cinco Décadas.

Falando à ONU News, a diretora da Divisão de Mares e Águas Doces do Programa da ONU para o Meio Ambiente, Pnuma, Letícia Carvalho, enfatizou que 18 convenções e planos de ação foram criados pela iniciativa.

Já em 1973, somente um ano depois da criação da agência da ONU, foi acentuado que os oceanos são um ecossistema fundamental. 

Reforço da governança dos oceanos 

A reunião paralela à Unea-6 refletiu sobre a trajetória e o valor da abordagem regional na governança dos oceanos. Houve ainda uma troca de opiniões sobre o reforço da governança dos oceanos para as pessoas, a natureza e o clima.

Por meio do programa, 146 países assinaram compromissos de manejo espacial marinho que prevê o estabelecimento de áreas protegidas, e o controle de poluentes industriais e domésticos liberados para os oceanos.

Carvalho disse esperar para um futuro próximo que as plataformas regionais de cooperação já estabelecidas no âmbito do programa servirão para que as Nações implementem compromissos mais recentemente assumidos.

Entre eles estão os da Convenção da Biodiversidade, o acordo em andamento para controle e prevenção dos plásticos, e o tratado sobre a biodiversidade em áreas fora das jurisdições nacionais.


 

 

Copyright © Source (mentioned above). All rights reserved. The Land Portal distributes materials without the copyright owner’s permission based on the “fair use” doctrine of copyright, meaning that we post news articles for non-commercial, informative purposes. If you are the owner of the article or report and would like it to be removed, please contact us at hello@landportal.info and we will remove the posting immediately.

Various news items related to land governance are posted on the Land Portal every day by the Land Portal users, from various sources, such as news organizations and other institutions and individuals, representing a diversity of positions on every topic. The copyright lies with the source of the article; the Land Portal Foundation does not have the legal right to edit or correct the article, nor does the Foundation endorse its content. To make corrections or ask for permission to republish or other authorized use of this material, please contact the copyright holder.

Share this page