Voos do PAM identificam milhares de hectares de culturas destruídos em Timor Leste | Land Portal

Cerca de 1.600 hectares de arroz e 295 hectares de culturas de milho em seis municípios de Timor-Leste foram danificados pelo recente ciclone Seroja, segundo dados recolhidos em voos de avaliação do Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas (PAM).

Entre 16 e 21 de abril, o PAM realizou, com o apoio da Mission Aviation Fellowship (MAF), uma série de voos de avaliação, em nome do Governo timorense, para determinar a extensão dos danos agrícolas e infraestruturais causados pelo ciclone Seroja.

O ciclone atingiu o país entre os dias 29 de março e 04 de abril, causando inundações e deslizamentos de terras, com particular expressão na capital Díli e nas zonas baixas circundantes, e provocou pelo menos 36 mortos e uma dezena de desaparecidos.

Os três voos de avaliação efetuados pelo PAM abrangeram Viqueque, Manatuto, Baucau, Manufahi, Ainaro, Covalima, Oecussi, Bobonaro e outros distritos, entre 16 e 21 de abril.

Segundo os dados preliminares desta avaliação, avançados pelo Ministério da Agricultura e Pescas de Timor-Leste, cerca de 1.600 hectares de arroz e 295 hectares de culturas de milho ficaram danificados, só em seis municípios.

"Após as inundações de 4 de abril, muitos esquemas de irrigação foram danificados, o que é muito devastador, uma vez que a maioria da nossa população é agricultora de subsistência. Estamos gratos ao PAM por intervir e nos apoiar na avaliação destes danos", disse o ministro da Agricultura e Pescas, Pedro Reis.

A partir da próxima semana, o PAM, juntamente com a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO), conduzirá uma missão de avaliação das culturas e da segurança alimentar para determinar os impactos globais das cheias na situação da segurança alimentar.

"Os voos fornecidos pela Mission Aviation Fellowship permitiram ao PAM e ao Governo avaliar os danos em dias, em vez de semanas, se o tivéssemos feito à maneira antiga", disse o diretor do PAM para Timor-Leste, Dageng Liu, que se mostrou satisfeito com o contributo desta parceria para "a recuperação do país das inundações devastadoras".

Nestas avaliações aéreas têm participado representantes superiores do secretário de Estado da Proteção Civil, o Ministério da Agricultura e Pescas, o Ministério do Planeamento e Território, o Ministério das Obras Públicas e a ONU.

Segundo o secretário de Estado da Proteção Civil, Joaquim Martins, o apoio logístico do PAM permitiu a distribuição de materiais de socorro que salvaram vidas humanas às famílias afetadas pelas cheias, no prazo de 48 horas.

"Estas avaliações aéreas são fundamentais para nos ajudar a compreender a verdadeira extensão dos danos não só em Díli, mas também noutros distritos. Com a informação gerada, podemos então determinar as nossas necessidades, estabelecer prioridades, e conceber intervenções a avançar", disse Joaquim Martins.

Copyright © Source (mentioned above). All rights reserved. The Land Portal distributes materials without the copyright owner’s permission based on the “fair use” doctrine of copyright, meaning that we post news articles for non-commercial, informative purposes. If you are the owner of the article or report and would like it to be removed, please contact us at hello@landportal.info and we will remove the posting immediately.

Various news items related to land governance are posted on the Land Portal every day by the Land Portal users, from various sources, such as news organizations and other institutions and individuals, representing a diversity of positions on every topic. The copyright lies with the source of the article; the Land Portal Foundation does not have the legal right to edit or correct the article, nor does the Foundation endorse its content. To make corrections or ask for permission to republish or other authorized use of this material, please contact the copyright holder.

Share this page