Na contramão do mundo, governo incentiva desmatamento e grilagem: o caso da pavimentação da BR-319 (Manaus-Porto Velho) | Land Portal

Blog originalmente publicado no IGTNews No. 33

Desde o ano passado, um grande número de países anunciaram metas de zero emissões líquidas de gases causadores de efeito estufa para a metade do século XXI. Entre União Européia, Japão, Coréia do Sul e outros, somam-se, nas estimativas da ONU, 110 países - o que representaria 65% das emissões globais e mais de 70% da economia mundial [1].

Na contramão deste movimento temos o Brasil. As evidências de que estamos no sentido contrário são facilmente encontradas, por exemplo, no que tange ao desmatamento (e a consequente emissão de gases estufa, como um dos diversos efeitos deletérios gerados). Os dados de desmatamento pelo monitoramento via satélite do DETER/INPE em maio de 2021 apontam que houve um crescimento de 67% em relação a maio do ano passado, registrando 1.391 quilômetros quadrados desmatados na Amazônia [2]. Isso, somado à precipitação abaixo do normal [3], aponta para uma trajetória explosiva do desmatamento acima do ano anterior (que, diga-se de passagem, atingiu a maior taxa de desmatamento em 12 anos) [4].

Neste contexto, ao invés de vermos ações sistêmicas e planos para combater esta trajetória, temos presenciado o desmonte dos aparatos de monitoramento e controle do desmatamento ilegal e o incentivo a grandes obras de infraestrutura que vão ampliar o desmatamento caso sejam realizadas. Um destes casos é a pavimentação da BR-319, que liga Manaus a Porto Velho, rodovia que foi criada nos anos 1970 e abandonada em meados da década seguinte por se tornar intransitável e recentemente, em junho de 2020, foi anunciada como prioridade pelo governo Bolsonaro.

Um estudo recente realizado por pesquisadores do INPE em conjunto com a Universidade do Kansas estimou que a pavimentação do trecho de 400 km da BR-319 pode levar a um aumento de 170 mil km2 no desmatamento até 2050. Além disso, o simples anúncio da pavimentação da rodovia já surtiu efeitos devido à criação de expectativas, o que registrou 25% de aumento no desmatamento na região ao redor do trecho a ser pavimentado [5]. Complementando este estudo, uma nota técnica elaborada por pesquisadores do Laboratório de Gestão de Serviços Ambientais (LAGESA) e do Centro de Sensoriamento Remoto (CSR) da UFMG ainda estima que este aumento do desmatamento até 2050 equivaleria a uma emissão de 8 bilhões de toneladas de CO2 [6].

Em síntese, a conclusão expressa por Raoni Rajão, um dos autores da nota técnica, aponta que o projeto não faz sentido nem do ponto de vista econômico, nem ambiental e social, sendo mais uma demanda política para propiciar o acesso a uma das maiores regiões da Amazônia ainda preservada dos grileiros [7].

 

Referências:

1 - ROWLATT, J. Why 2021 could be turning point for tackling climate change. BBC News, 01 January. Disponível em: https://www.bbc.com/news/science-environment-55498657. Acesso em 12 de julho de 2021.

2 - BUTLER, R. Amazon rainforest destruction is accelerating, shows government data. Mongabay, 11 June 2021. Disponível em: https://news.mongabay.com/2021/06/amazon-rainforest-destruction-is-accel.... Acesso em 12 de julho de 2021.

3 - Kann, D. Extreme drought and deforestation are priming the Amazon rainforest for a terrible fire season. CNN, June 22, 2021. Disponível em: https://edition.cnn.com/2021/06/22/weather/brazil-drought-amazon-rainfor.... Acesso em 12 de julho de 2021.

4 - RAMOS, R. Desmatamento na Amazônia é recorde histórico para o mês de julho, mostra Inpe. O Globo, 09 de julho de 2021. Disponível em: https://oglobo.globo.com/sociedade/um-so-planeta/desmatamento-na-amazoni.... Acesso em 12 de julho de 2021.

5 - Mataveli, G. A. V.; Chaves, M. E. D.; Brunsell, N. A.; Aragão, L. E. O. C. The emergence of a new deforestation hotspot in Amazonia. Perspectives in Ecology and Conservation, v. 19, n. 1, Jan–Mar 2021, pp. 33-36. Doi: https://doi.org/10.1016/j.pecon.2021.01.002

6 - Soares-Filho, B.; Davis, J. L.; Rajão, R. Pavimentação da BR-316, a Rodovia do Desmatamento. Nota técnica 11/2020-01 - Centro de Sensoriamento Remoto e Laboratório de Gestão de Serviços Ambientais, UFMG, novembro, 2020. Url: https://csr.ufmg.br/csr/wp-content/uploads/2020/11/Nota_tecnica_112020-0...

7 - THOMAS, J. In the Brazilian Amazon, a road project drives the threat of deforestation. Mongabay, 05 July 2021. Disponível em: https://news.mongabay.com/2021/07/in-the-brazilian-amazon-a-road-project.... Acesso em 12 de julho de 2021.

Share this page