Open Data Commons Attribution License | Land Portal | Securing Land Rights Through Open Data
Acronym: 
ODC-BY

You are free:

  • To Share: To copy, distribute and use the database.
  • To Create: To produce works from the database.
  • To Adapt: To modify, transform and build upon the database.

As long as you:

  • Attribute: You must attribute any public use of the database, or works produced from the database, in the manner specified in the license. For any use or redistribution of the database, or works produced from it, you must make clear to others the license of the database and keep intact any notices on the original database.
ISA
Journal Articles & Books
January 2017
South America
Brazil
Entre 2014 e 2015, a comunidade Jeremias da Terra Indígena Paraná do Boá-Boá, no município de Japurá, no Amazonas, realizou um levantamento socioambiental participativo, cuja pesquisa se deu em parceria com o Conselho Indigenista Missionário – Prelazia de Tefé (CIMI) e o Instituto Socioambiental (ISA). Esta publicação apresenta os resultados do levantamento socioambiental realizado pela pesqu
Instituto Socioambiental
Reports & Research
January 2014
Latin America and the Caribbean
South America
Brazil
Colombia
O informe de avanços Cartografia dos sítios sagrados do Noroeste Amazônico que apresentamos a seguir, é uma compilação de exemplos e experiências que buscam dar conta, por um lado, da riqueza cultural e ambiental constituída pelos sistemas de lugares sagrados do Noroeste Amazônico; por outro, da diversidade de aproximações e entendimentos entre as visões de mundo indígenas e o modo como as or
Anuario Antropologico
Journal Articles & Books
January 2020
Latin America and the Caribbean
South America
Brazil

No contexto de aumento de propostas de sistemas de pagamentos por serviços ambientais e também de reconhecimento crescente da contribuição dos povos tradicionais para a sociobiodiversidade e o combate às mudanças climáticas, esse artigo apresenta um processo em curso de identificação das contribuições socioambientais de povos tradicionais da Terra do Meio.

Anuario Antropologico
Journal Articles & Books
January 2020
Latin America and the Caribbean
South America
Brazil

Este artigo apresenta uma análise etnográfica acerca das políticas do habitar entre o povo Wapichana segundo modos específicos de relações com lugares. Em seguida aborda como essas formas próprias de habitar entraram em relação com a agenda de gestão territorial e ambiental de terras indígenas no Brasil por meio da elaboração de um Plano de Gestão Territorial e Ambiental – PGTA.

Anuario Antropologico
Journal Articles & Books
January 2015
Africa
Sub-Saharan Africa
Sao Tome and Principe

A independência de São Tomé e Príncipe, em 1975, foi um projeto de um grupo muito restrito de exilados. O arquipélago tornou-se independente sob a liderança do Movimento de Libertação de São Tomé e Príncipe (MLSTP) e Pinto da Costa. Apesar de alguns militantes viverem no Gabão e não serem socialistas, o MLSTP, apoiado pelo Movimento Popular de Libertação de Angola, tornou-se socialista.

CALPI
Manuals & Guidelines
November 2019
Latin America and the Caribbean
Central America
Nicaragua
The technical aspects mentioned in this document are intended to socialize a series of regulations and procedures that would have to be established in territories of indigenous and Afro-descendant populations, to discuss the implementation of urban projects in these areas of Nicaragua. The document is divided into two important parts:
 
CALPI
Manuals & Guidelines
November 2019
Latin America and the Caribbean
Central America
Nicaragua

Los aspesctos técnicos mencionados en este documento tienen como objetivo socializar una seria de normativas y procedimientos que tendrian que ser establecidos en territorios de poblaciones indígenas y de afrodescendientes, para discutir sobre la realización de proyectos urbanos en estas áreas de Nicaragua. El documento esta dividido en dos partes importantes:

Fonte: GGN
Journal Articles & Books
December 2019
Latin America and the Caribbean
South America
Brazil

O Brasil possui um passivo social e histórico com as comunidades quilombolas, marcado pela escravidão e a exclusão. As questões fundiárias são aquelas que mais afligem essas comunidades, que lutam pela regularização ou ampliação de seus reduzidos territórios.

Fonte: Agencia Brasil
Journal Articles & Books
October 2017
Latin America and the Caribbean
South America
Brazil
Este artigo possui o objetivo de analisar, criticamente, a ação extensionista promovida na defesa dos direitos étnicos e territoriais da comunidade quilombola de Queimadas, no procedimento administrativo para a certificação da desconformidade do empreendimento minerário denominado “Projeto Serro”, à legislação de uso e ocupação do solo do Município do Serro.

Share this page